quarta-feira, 12 de maio de 2010

Rio de Janeiro, cartão postal do Brasil




Cartão postal do Brasil, o Rio de Janeiro é uma das mais belas cidades do litoral brasileiro e a mais conhecida no mundo. Com belas praias e extraordinárias atrações turísticas, é a cidade de grandes festas consideradas como os maiores espetáculos da terra, como o reveillon e o carnaval que atrai turistas do mundo inteiro. Mas o Rio tem muito mais para descobrir. Cercada por grandes morros, muitos túneis e estradas levam a belíssimos lugares.  



Baía da Guanabara: A Baía da Guanabara através dos tempos tem sido cantada em versos e prosas pelos poetas que tentam expressar sua beleza e encanto. Ladeada por uma imensidão de maciços de pedras e tendo em destaque o Pão de Açucar, os morros de contornos irregulares formam um porto de abrigo natural. Em seu interior há cerca de 22 ilhas e ilhotas.  
 

video
 

Biblioteca Nacional
Teatro Municipal
Palácio Tiradentes
Fundação Oswaldo Cruz
 
Centro: No Centro estão as mais belas construções do Rio de Janeiro, como a Igreja da Candelária, a Estação Central, a bela Catedral e o Teatro Municipal entre outros. Largas avenidas e grandes praças, como a Praça 15 de novembro, a Praça da República, o Largo da Carioca e muitos outras, revelam um modo carioca de viver, alegre e despojado. 
 

Catedral
 
Arco da Lapa
Arco da Lapa
 
Arco da Lapa: Ao lado da Catedral, o Arco da Lapa é uma atração à parte. Criado nos anos de 1700 para ser um aqueduto que trazia a água até a cidade, a partir de 1896 passou a ser usado como um viaduto por onde passam os bondinhos que permitem o acesso à parte alta do bairro Santa Tereza. Com várias escadarias, ladeiras, construções antigas e ruas tortuosas, Santa Tereza sempre foi considerada o reduto de artistas e intelectuais.
 


 
São Cristovão/Maracanã: O Rio de Janeiro será uma das sedes da Copa do Mundo em 2014 e receberá na primeira fase as delegações provenientes  da Argentina, Bósnia, Espanha, Chile, Bélgica, Rússia, Equador e França.  No Maracanã, que é considerado o maior estádio do Brasil,  acontecerá duas partidas classificatórias e o encerramento da Copa.  



Largo da Carioca
Sede da Escola de Samba Mangueira
Morro da Mangueira
 
Mangueira:estádio está próximo ao Morro da Mangueira, que é internacionalmente famosa pelas cores verde e rosa de sua Escola de Samba e sempre reuniu a nata do samba carioca. Dizem que os primeiros moradores do Morro da mangueira estão ali desde 1850.

Na época, como no local havia grande quantidade de mangueiras, a primeira estação de trem foi inaugurada como Estação da Mangueira. Muitos moradores que chegaram na Mangueira vieram do Morro Santo Antonio onde havia surgido as primeiras favelas do Rio de Janeiro. Porém depois de um grande incêndio, os cortiços foram destruídos dando lugar ao Largo da Carioca. 


Quinta da Boa Vista
Quinta da Boa Vista - Palacete

Quinta da Boa Vista: A cidade teve início no Morro Cara de Cão na entrada da Baía de Guanabara. Por ser um ponto estratégico, foi criada a Fortaleza São João que hoje funciona como uma das sedes de preparação física do exército brasileiro. 

Fundada por Estácio de Sá em 1565, a cidade do Rio de Janeiro foi no passado a capitania que tinha a maior produção de cana de açúcar do Brasil com 60 engenhos. O porto tinha destaque por receber os escravos provenientes da África. 

Com a mudança da Família Real para o Brasil em 1808, o Rio de Janeiro ganhou grandes reformas urbanas para receber a nobre família. Criaram-se prédios, igrejas, hospitais, quartéis e toda estrutura necessária, principalmente em São Cristovão onde há antigas construções daquela época. 

A Quinta da Boa Vista é um parque público que inclui o Jardim Zoológico e o Museu Nacional que funciona no magnífico palácio que foi usado pela Família Real Portuguesa e posteriormente por Dom Pedro I a partir da independência do Brasil.  


Aterro do Flamengo
Marina
 
Flamengo: O aterro do Flamengo estende-se desde a Enseada de Botafogo até o Aeroporto Santos Dumont. Com um belo projeto paisagístico, o parque é um local de lazer, com ciclovias, pistas de cooper e de skate, playground e locais de jogos.

É também onde fica a Marina da Glória, com um enorme pavilhão usado para eventos e de onde partem as embarcações turísticas para a Niterói, Ilha de Paquetá e outros. No caís sempre estão ancorados os mais belos iates.



Parque Guinle
Parque Guinle

Laranjeiras: Do Flamengo chega-se a Laranjeiras, um bairro nobre e um dos mais antigos da cidade construído no vale que descia do Corcovado. Nesse bairro estão o Palácio da Guanabara, Palácio Laranjeiras, o Parque Guinle com sua imensa área verde e a sede do Fluminense Futebol Clube. O parque foi originalmente criado como um jardim de um palacete. Partindo de Laranjeiras chega-se ao Cosme Velho onde está a estação para o Corcovado.

Bondinho do Corcovado
Cristo Redentor
Cristo Redentor
 
Cristo Redentor: O Cristo Redentor está localizado no Morro do Corcovado no Alto da Boa Vista. Conhecido em todo mundo e eleito como umas das novas sete maravilhas do mundo, é a segunda maior escultura de Cristo no mundo.

A obra durou 5 anos e o monumento foi inaugurado em 12 de outubro de 1931. Símbolo do cristianismo, dos seus 38 metros, 8 metros estão no pedestal e 30 metros na estátua. O meio mais prático de chegar ao alto do Corcovado é o bondinho que sai da estação Cosme Velho. Há opções de taxis, mas são muito caros. Também há vans, porém a fila é enorme.

Do alto a vista é deslumbrante podendo-se apreciar o Pão de Açúcar, as praias de Copacabana e Ipanema, a Lagoa Rodrigo de Freitas, a Serra da Tijuca, o Estádio do Maracanã, as montanhas distantes das Serra do Mar e a majestosa Baia de Guanabara. Ao longo de sua existência o Cristo Redentor tornou-se o símbolo da Cidade Maravilhosa. 



Morro Dona Marta/Cristo
 
Morro Dona Marta
 
Comunidade Dona Marta: Situada abaixo do Cristo Redentor, a Comunidade de Dona Marta está entre os bairros de Botafogo e Laranjeiras de onde se tem uma visão privilegiada da cidade. Para se chegar ao alto é preciso caminhar entre as vielas ou através do elevador inclinado que é a opção mais divertida. Foi nas imediações do Morro Santa Marta que Michael Jackson gravou um clipe em 1996 e onde existe uma memorial dedicado ao artista. 
 
Ponte Rio Niteroi

Sede da Portela em Madureira


Avenida Brasil: A Avenida Brasil permite o acesso à Ilha do Governador onde está o Aeroporto Internacional do Galeão e leva até o centro, sendo também a via de acesso à Ponte Rio-Niterói e à Cidade Universitária. Também é a via de acesso para a baixada fluminense onde há vários bairros interessantes.
 
Duque de Caxias é o reduto de muitos cantores das rodas de Samba e onde está a sede Escola de Samba Grande Rio. Em Nilópolis está a sede da Escola de Samba Beija-Flor. Madureira se tornou famosa por ser a sede da Escola de Samba Portela.
 
 
Complexo do Alemão e Igreja da Penha
 
Morro do Alemão: Os bairros da Penha, Bonsucesso, Olaria e Ramos foi no passado uma extensa área que pertencia a um polonês. Como o polonês tinha um nome difícil, toda a área era chamada de Morro do Alemão.  Quando ele decidiu vender pequenas partes de sua propriedade, vários operários se instalaram na região criando o primeiro polo industrial do Rio de Janeiro.

Com um crescimento desordenado, hoje o Complexo do Alemão engloba diversos morros. Atualmente o acesso ao morro é facilitado por um teleférico que liga a parte baixa até o alto do morro. 

No alto de uma rocha de pedras, a antiga Igreja da Penha erguida em 1635 é famosa pelos seus 382 degraus onde muitos peregrinos vão pagar promessas. O santuário oferece também um bondinho gratuitamente. Conta-se que naquela época, quando um capitão subia o morro para visitar suas propriedades deparou com uma cobra. Por ter sido salvo da picada da cobra, o capitão determinou a construção de uma ermida que posteriormente foi ampliada.
 

Enseada de Botafogo
Morro da Urca

Botafogo/Pão de Açúcar: Na enseada de Botafogo estão os morros mais famosos do Rio de Janeiro: o Morro da Urca e o Pão de Açúcar. Dizem que no auge do cultivo da cana de açúcar no Brasil, após espremer a cana o caldo era colocado numa forma de barro para formar os blocos de açucar. Por ter a semelhança do morro, deram-lhe o nome de Pão de Açúcar.  

O teleférico que leva ao alto do Morro Pão de Açúcar oferece uma vista panorâmica da Baía de Guanabara, que é considerada uma das paisagens mais belas do mundo. O primeiro percurso liga a base ao Morro da Urca e o segundo liga-se ao Pão de Açucar. Cada trajeto de 3 minutos oferece uma experiência inesquecível.

Do alto vê-se o bairro do Leme, que foi batizado devido à grande pedra que se assemelha ao leme de um navio. A pedra é contornada pelas praias da Urca e Botafogo, sendo o início da Praia de Copacabana.




Praia de Copacabana




Hotel Copacabana Palace

Reveillon na orla de Copacabana 


Copacabana: Copacabana, a praia mais famosa do Brasil, é a área nobre da zona Sul. Apelidada de "Princesinha do Mar", reúne os melhores hotéis e onde acontecem os melhores shows e eventos, como o reveillon que é considerada a maior festa a céu aberto do mundo. 

Do Leme até o Arpoador, a Avenida Atlântica tem como marco principal o seu passeio em pedras formando desenhos de ondas. Com muitos bares e restaurantes luxuosos, o prédio mais famoso e tradicional do bairro é o Copacabana Palace.
 
Pedra do Arpoador

Ipanema/Leblon

Ipanema: O Arpoador é uma das pontas da Praia de Ipanema, onde há um antigo costume de aplaudir o pôr do sol ao final do dia.  Com correntezas fortes, é o paraíso do surfe. O Posto 9 é considerado um dos melhores pontos da praia carioca, sendo frequentado por jovens e celebridades. Ipanema significa arte e cultura, onde nasceu a bossa nova, a tanga e o topless. Com muitas lojas de griffe, é onde não falta beleza e sofisticação.

Leblon: O Leblon é a continuação da Praia de Ipanema. Bairro nobre e tradicional situado entre a Lagoa Rodrigo de Freitas e o oceano, o bairro foi batizado com o nome do francês Carlos Leblon, que no passado tinha uma empresa de pesca de baleias e uma chácara onde se jogava futebol passando a chamar-se campo do Leblon. O bairro que sempre foi frequentado pela elite cultural e política, é também por onde circulam artistas famosos.



Lagoa Rodrigo de Freitas/Canal Jardim de Alá

Jardim de Alá: Entre Ipanema e Leblon está o Jardim de Alá, um conjunto de praças arborizadas com várias pontes sobre o canal que liga a Lagoa Rodrigo de Freitas ao mar. Embora seja chamada de lagoa, suas águas são salgadas e onde acontecem a prática e competições náuticas. Nessa região estão a sede do Clube de Regatas Flamengo, a Sede Náutica do Botafogo, o Jockey e o Jardim Botânico.
 

Vidigal

Acesso a São Conrado
São Conrado / Rocinha
 
São Conrado: Um longo túnel liga o Leblon a São Conrado, um dos bairros mais luxuosos da cidade. Um dos pontos interessantes é a Pedra da Gávea, que é o maior bloco de pedra à beira-mar do mundo e também é o cartão postal do bairro de onde se tem uma bela vista. Da rampa junto à Pedra Bonita, muitos praticantes de voo livre saltam de asa-delta e de parapente, pousando no final da orla do bairro conhecido como Praia do Pepino. 

Vidigal: Entre o Leblon e São Conrado estão a Rocinha e o Vidigal, duas comunidades que tiveram origem há muitos anos. A Avenida Niemeyer atravessa o Vidigal, que tem uma das vistas mais privilegiadas do Rio de Janeiro. Do alto tem-se a vista do Leblon, Ipanema e de algumas ilhas. A avenida tem todo o seu percurso contornando os morros com vista para o mar.

Rocinha: Conta-se que a Rocinha teve origem no passado quando no local havia fazendas de café e hortaliças que abasteciam o centro da cidade. Ao se perguntar sobre a origem dos produtos, os vendedores diziam que tinham vindo da rocinha, daí permaneceu o nome da comunidade que é uma das maiores favelas do Rio de Janeiro.
 


Acesso ao Parque da Tijuca
Entrada principal Floresta da Tijuca

Floresta da Tijuca: Um dos belos passeios na cidade carioca é a Floresta da Tijuca, que faz parte do Parque Nacional da Tijuca considerado uma das maiores áreas verdes urbanas do mundo. Com muitas trilhas e espaços de lazer, muitas agências organizam turismo de aventura e alguns percursos podem ser feitos com veículo.
 
O parque tem dezenas de trilhas, muitas grutas, fontes, lagos e cascatinhas, mas para quem não conhece é preciso um guia para não correr o risco de se perder. O ponto mais alto do parque é o Pico da Tijuca. Outro é o Morro Bico de Papagaio que tem uma visão de 360º de toda a região. 
 

Capela Mayrunk
Vista Chinesa

Mesa do Imperador: Além de trilhas, no Parque da Tijuca há algumas atrações turísticas como a Mesa do Imperador e a Vista Chinesa. Segundo contam, no começo dos 1900 o Jardim Botânico era ligado ao Alto de Boa Vista por uma estrada muito estreita. O Imperador gostava de ir de charrete pela floresta com sua família para almoçar ao lado do mirante, por isso esse ponto é conhecido como Mesa do Imperador.

Vista Chinesa: Na época foram contratados alguns chineses vindos de Macau para plantar arroz e chá no Brasil. Porém não tendo conseguido desenvolver a plantação, eles foram aproveitados na construção da estrada. E assim os chineses se espalharam pela Tijuca criando algumas construções. Posteriormente um arquiteto projetou uma construção em estilo chinês no alto de um mirante, que ficou conhecida como Vista Chinesa por oferecer uma bela vista panorâmica. 
  


  
Sambódromo

 
Sambódromo: Considerado como o maior espetáculo da Terra, o carnaval do Rio é concentrado nos blocos carnavalescos que desfilam nas ruas dos bairros e nas Escolas de Samba, sendo as mais conhecidas aquelas que desfilam no Sambódromo.
 
O espaço situado no centro do Rio de Janeiro criado especialmente para o carnaval. Há inúmeras agremiações que também possuem quadras próprias em seus bairros, que são clubes sociais onde acontecem festas e ensaios. 
 
 




  
 
 


   
 
  
 

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores